Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Parolagem’ Category

Entrei 2009 desacelerando, queria ser mais organizadinha principalmente com o tempo. Esse foi um começo de ano bem proveitoso e bem corrido mas já encaxei aqueles exercícios que eu adiei para todas as segundas-feiras do ano passado e estou até cumprindo rigorosamente para o meu próprio espanto.  Enfim, como nem tudo é perfeito já mudei os horários da minha agenda umas mil e quinhentas vezes mas não cumpro ela direito e acabo me enrolando com um monte de tarefas pra fazer, qualquer dia desses acabo entregando a análise do aparelho fonológico para o professor de fundamentos da administração aff…

No mais ansiosa para um carnaval que me dará direito a quatro dias longe dessa rotina exaustiva (mas que bem lá no fundo até q gosto).

Saudades enormes deste espaço e daqueles que eu aprendi a seguir os passos na blogosfera. Entre estes meus malabarismos com o tempo está a vinda aqui para contar as boas novas, devanear um tikinho e rever os amigos.

Bjks

Anúncios

Read Full Post »

O livro em branco

O livro estava lá como uma prova, manchada com seu branco imaculado do nada. Sua mente vagueava no completo vazio. Quem dita essas regras tolas? Quem nos manda preencher esse livro bobo? E porque essa enorme sensação que preciso pôr, nem que seja rabisco, nesse livro?

O livro da vida não perdoa os erros gramaticais, as linhas tortas e os contextos loucos do nosso “português do dia-a-dia”, embora no dia seguinte nos presentei com uma nova página, totalmente ao nosso dispor. Maldição ser dono de nossos atos, não seria melhor se fossémos marionetes nas mãos de um Deus soberano? Ele, pra se divertir as nossas custas, inventou o livre arbítrio e fazemos uma cagada após outra e nem ao menos podemos culpar alguém.

Pera aí! Não acredito que estou gastando a folha do hoje com essas babozeiras.

*

*

*

# Duas princesinhas aguardam pra curtir o brilho doce da vida aqui fora. Por isso, essa tia coruja não se aguenta de tanta felicidade. Vou tomar uma pra mim.

# No trabalho muita correria, do jeito que eu gosto rsrs

# Passei no vest e em breve serei letrada

# Aos que estão por aqui, apesar da ausência da anfitriã, o meu muito obrigada. Aos que se chegam agora nesse espaço, sejam bem vindos e voltem sempre.

bjks!

Read Full Post »

desCAMAdo

Sem travesseiro, sem cobertas cheirosas e macias, não sabia em que lugar do seu passado tinha deixado esses itens que agora parecia tão preciosos. Fora-lhe arrancado quem sabe na última viagem, ou num tufão alguns anos depois. Onde deixou o repouso do fim dos dias? Seu corpo doia, seus olhos pesavam, as horas passavam em insônias forçadas. Ele era um desCAMAdo…

(Estou literalmente sem cama, o q resulta em dias de mau humor e enormes olheiras)

Read Full Post »

O que não…

Só uma coisa me entristece
O beijo de amor que não roubei
A jura secreta que não fiz
A briga de amor que não causei
Nada do que posso me alucina
Tanto quanto o que não fiz
Nada do que eu quero me suprime
De que por não saber ainda não quis
Só uma palavra me devora
Aquela que meu coração não diz
Só o que me cega, o que me faz infeliz
É o brilho do olhar que não sofri

 

Sempre tive saudades do que não vivi, não vi, não senti, do que o tempo levou embora sem nem me dar o direito de experimentar. Gostos são gostos quando o mel escorre pela boca e nos lambuza, é só assim que dá pra contar se foi bom ou ruim, o que de fato é válido é o que fazemos quando estamos acordadas olhando com olhos arregalados pra essa vida louca e deliciosa. nada é tão infinito/finito quanto o minuto, esse, aquele, que correu nas últimas letras da última frase. Pufff, escorreu num nada ou num tudo, num beijo longo ou na 3ª guerra mundial, num sorriso ou numa lágrima…

O que você anda fazendo dos seus minutos?

Read Full Post »

E os astros contam

Não sei porque apesar do meu ceticismo acabo me pegando lendo a seção de horóscopo do jornal. Parece ritual, só pra depois dizer:”Bobagem”. Será que só eu reparo nos absurdos que dizem? parece aquelas videntes de beira de estrada onde, apesar de você contar tudo a  mulher, acaba achando que ela adivinhou. Ingenuidade? Acho que temos essa necessidade de acreditar mesmo que seja no inacreditável.

Tá, confesso que fui aquela adolescente ( Ops, ainda sou adolescente rsrs) que tinha revistas de horoscópos com aqueles testes infantis, todos respondidos pra saber se o signo do sicrano combina com o meu e se ele seria o homem com o qual eu viveria meus próximos anos de vida.  Não era, mas não morremos por isso. Tempos mal gastos, mas, gastos e pronto. Mesmo assim ainda tenho esses lapsos e vou olhar a tal sessão.

Vez por outra vem textos iguais. Numa miraculosa teia do destino onde os planetas se realinham de forma a dar a mesma previsão ano passado e ontem. Algum astrólogo que passeia por este blog pode me explicar?

Aí vc  faz um cálculo númerico e descobre que afinal a sua falta de sorte é resultado da soma das letras do seu nome, ou ainda pode jogar as cartas e saber o panorama  da sua vida completa ou ainda optar por astrologia indiana e ter toda as suas dúvidas respondidas, afinal, os astros sabem de tudo.

 Vou ali ler a sessão de política, se é pra escutar balela, eles mentem bem melhor…

Read Full Post »

BRASILIA

A testemunha ocular dessa frase ( vista no vidro de trás de uma brasília amarela como ele relata e eu tentei exemplificar na figura acima) foi o Carlos, mas achei um barato e vim dividir com vocês.

 

Read Full Post »

 

Minha mas nova descoberta é o blog do Beto Santos e como ele mesmo apresenta o blog é uma visão bem humorada do cotidiano.

Dia de risos fartos, meu queridos!

Read Full Post »

Older Posts »