Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Sociedade’ Category

Se correr o bicho pega…

A crise invade o país e tem sido o tema mais abordado nos últimos dias, os $50 reais que o governo aumentou no nosso SM não vai fazer nem cócegas no bolso mas é melhor que trocado nenhum. E assim vamos nós no eterno malabarismo do sobreviver.

Pra conseguir rir no meio desse vandaval deixo com vocês esse vídeo. Bjks

Read Full Post »

Dizem que todos os dias você deve comer uma maçã por causa do ferro.
E uma banana pelo potássio.
E também uma laranja pela vitamina C.

Uma xícara de chá verde sem açúcar para prevenir a diabetes.
Todos os dias deve-se tomar ao menos dois litros de água.
E uriná-los, o que consome o dobro do tempo.
Todos os dias deve-se tomar um Yakult pelos lactobacilos (que ninguém sabe
bem o que é, mas que aos bilhões,
ajudam a digestão).

Cada dia uma Aspirina, previne infarto.
Uma taça de vinho tinto também.
Uma de vinho branco estabiliza o sistema nervoso.
Um copo de cerveja, para… não lembro bem para o que, mas faz bem.
O benefício adicional é que se você tomar tudo isso ao mesmo tempo e tiver
um derrame, nem vai perceber.

Todos os dias deve-se comer fibra.
Muita, muitíssima fibra.
Fibra suficiente para fazer um pulôver.
Você deve fazer entre quatro e seis refeições leves diariamente.
E nunca se esqueça de mastigar pelo menos cem vezes cada garfada.
Só para comer, serão cerca de cinco horas do dia.

E não esqueça de escovar os dentes depois de comer.
Ou seja, você tem que escovar os dentes depois da maçã, da banana, da
laranja, das seis refeições e enquanto
tiver dentes, passar fio dental, massagear a gengiva, escovar a língua e
bochechar com Plax.
Melhor, inclusive, ampliar o banheiro e aproveitar para colocar um
equipamento de som, porque entre a água, a
fibra e os dentes, você vai passar ali várias horas por dia.

Há que se dormir oito horas por noite e trabalhar outras oito por dia, mais
as cinco comendo são vinte e uma.
Sobram três, desde que você não pegue trânsito, o que é totalmente
impossível!

As estatísticas comprovam que assistimos três horas de TV por dia.
Menos você, porque todos os dias você vai caminhar ao menos meia hora (por
experiência própria, após quinze
minutos dê meia volta e comece a voltar, ou a meia hora vira uma).

E você deve cuidar das amizades, porque são como uma planta: devem ser
regadas diariamente, o que me faz pensar
em quem vai cuidar delas quando eu estiver viajando, caso minhas contas
estejam em dia e eu tiver tempo!

Deve-se estar bem informado também, lendo dois ou três jornais por dia para
comparar as informações.

Ah! E o sexo.
Todos os dias, tomando o cuidado de não se cair na rotina.
Há que ser criativo, inovador para renovar a sedução.
Isso leva tempo e nem estou falando de sexo tântrico.

Também precisa sobrar tempo para varrer, passar, lavar roupa, pratos, enfim
organizar a casa, e espero que você
não tenha um bichinho de estimação.

Na minha conta são 29 horas por dia.

A única solução que me ocorre é fazer várias dessas coisas ao mesmo
tempo!!!

Tomar banho frio com a boca aberta, assim você toma água e escova os dentes.
Chame os amigos e seus pais.
Beba o vinho, coma a maçã e dê a banana na boca da sua mulher.

Ainda bem que somos crescidinhos, senão ainda teria um Danoninho e se
sobrarem 5 minutos, uma colherada de
leite de magnésio.

Agora tenho que ir.

É o meio do dia, e depois da cerveja, do vinho e da maçã, tenho que ir ao
banheiro.

E já que vou, levo um jornal…

Tchau….

*Luís Fernando Veríssimo

Read Full Post »

SEM FILHO

Hoje assisti o debate que rolou no sem censura sobre a possibilidade da mulher do século XXI escolher QUANDO e SE quer ter filhos, baseado no livro da Francesa Corinne Maier ( Sem filhos-40 razões para você não ter) e a crônica FILHO É PARA QUEM PODE da querida Mônica Montone. O tema deu muito pano pra manga como esperado e enveredou caminhos diversos.

Um dos pontos da discusão foi o preconceito sofrido por mulheres que optaram por não ter filhos, imagino o quanto a presão seja grande em torno delas pois ainda há muito impregnado a visão da mulher senhora do lar e da família, pórem qualquer que seja a escolha tem em torno de si muita polêmica e estardalhaço, pois sempre fui apontada como louca por querer ser mãe e ter apenas 20 anos, não digo que os terei amanhã, mas só o fato de externar esse sonho traz consigo os comentários do quão dificil é criar uma criança, como se os meus 20 anos não me dessem entendimento sufiente para saber disso.

Concordo plenamente com a Mônica, é preciso mais que ser biologicamente saudável para ser mãe e tirando todo o aspecto romântico (embora sem a crueza do livro da francesa supracitado) nem todas nós nascemos para o papel, isso é tão particular que nem deveria ser discutido com tanto ímpeto. Em mim é tão forte o instinto maternal que sei que serei mãe. É fato. Eles não serão extensão de mim, não realizarão os meus sonhos, talvez não cuidem de mim na velhice, mas quem disse que filhos têm essas serventias? Ser mãe é algo tão inexplicável que não poderia ser concedido à todas e acho magnânimo que a mulher, que não se sinta apta, possa “salvar” seu filho de si mesma. Que bom que a mulher da nossa era pode ser o que quiser.

E para a escritora, cantora, atriz ( e tantas outras faces) Moniquita o meu parabéns pela crônica brilhante e polêmica, sem perder a doçura característica e pela bela participação no programa da Leda. Muito sucesso!

Read Full Post »

Mother day

Read Full Post »

Para instigar as pessoas a lerem tá valendo tudo, até mesmo colocar clássicos da literatura, passagens bíblicas ou mesmo textos sagrados do ” O Sutra do Loto” e o Livro Tibetano dos Mortos em papel higiênico. A idéia surgiu à partir de uma peça teatral, escrita por Camarero e intitulada Empreendedores, onde uma empresa imprimia clássicos literários em papel higiênico. Uma empresa espanhola apostou na idéia e agora comercializa o produto para o público em geral.

Read Full Post »

Atrasada com o post mas não poderia deixar de dar apoio a essa ação tão bonita e importante. Talvez o que eu tenha  a dizer não acrescente aos tantos posts já publicados no dia de hoje, mesmo assim não posso deixar de dizer algumas palavrinhas sobre o assunto. 

Uma das coisas das quais eu mais gosto de fazer é ler, e verdadeiramente acho um mundo escondido em cada um dos livros. Meu prazer é tanto que não posso imaginar que tenha quem não possa partilhar dele. Mas como se faz um leitor senão pelo ato mais básico de alfabetizá-lo, fazê-lo conhecer a mágica de juntar letras?

Eu já fui alfabetizadora, minha mãe é educadora infantil, cresci admirando o doce sabor de apontar caminhos. Experiência muito gratificante. Muito além daqueles que estão no auge das descobertas, aqueles pequeninos seres ávidos de absorver tudo. Tenho em minha casa um caso desses, um sobrinho de 5 anos que ama as histórias, e ver sua alegria em cada aprendizado me emociona. Ou mesmo aqueles que carregam toda a experiência de uma vida e ainda sim se reservam o direito de recomeçar, aprender o novo, assinar seus documentos com letras cuidadosamente escritas, carregadas de vitória.

Fiquei muito tentada a escrever sobre as deficiências do ensino brasileiro, que rendem com certeza inúmeros posts, mas é preciso muito mais que apontar os erros. É preciso arrumar cadeiras debaixo de árvores. Porque não? O processo de reeestruturação da educação vai ser longo, mas aquela boa e velha máxima de que de “grão em grão a galinha enche o papo” sempre é verdadeira.  Fazer a nossa parte pode e muda muita coisa. Que tal em vez de reclamar ir a uma escola e se voluntariar? Que tal ir atrás dos politicos que ganharam a custa de nossos votos e apresentar à eles soluções inteligentes ?

Só o que não pode acontecer é deixar pra lá como se esse problema não fosse seu. Casos como analfabetismo é que faz o Brasil continuar a ser “sub” e isso com certeza interfere em nossas vidas. É hora de arregaçar as nossas mangas, está em nossas mãos fazer com essa realidade mude o quanto antes.

Este post é parte da blogagem coletiva “O que podemos fazer contra o analfabetismo?” organizada e idealizada pela Georgia e Meire

Read Full Post »

ARTE?

A história pelo que eu pude verificar é antiga mas voltou a baila quando o artista foi convidado para participar da Bienal Centroamericana de Arte, que ocorrerá em Tegucigalpa, Honduras, no mês de novembro.

A notícia é que em 2007, Guillermo Vargas “Habacuc” foi acusado de deixar um cão morrer de sede e fome  em uma galeria de arte de Manágua, Nicarágua.

Como não podia deixar de ser o assunto deu muito “pano pra manga” , gerando muitos boatos, histórias que ninguém nem sabe mais o que é realmente verdade ou mentira. A pedido do Bruno resolvi  divulgar para que tudo fosse esclarecido, mas as explicações deixo por conta do post super bem elaborado que ele publicou em seu blog. É sempre bom ouvir todos os lados para sermos capazes de opnar com precisão.

Read Full Post »

Older Posts »